Polémica em Espanha devido a troço do caminho que liga Braga a Santiago

Información
02 Julio 2020 1927 votos - Registrate para votar

 Polémica caminho braga santiago 01

A Associação do Caminho Jacobeu Minhoto Ribeiro (ACJMR) enviou ao conselheiro da Cultura e Turismo do governo regional da Galiza um documento em que pede o reconhecimento de Berán como parte integrante do Caminho da Geira, que liga Braga a Santiago de Compostela.

A iniciativa surge na sequência de uma petição e de um encontro marcado para sábado, 4 de julho, com o objetivo de reivindicar o “respeito pela história” e pelo “traçado original” do projeto desenvolvido pela ACJMR, explica o presidente da associação, Abdón Fernández.

 

Na missiva enviada ao conselheiro da Cultura e Turismo da Junta da Galiza, Román Rodríguez González, a ACJMR “pede que considere a passagem por Berán, de acordo com os dados históricos, ao contrário do que faz a proposta apresentada pela associação de concelhos”, que pretende desviar o itinerário da terra onde nasceu o projeto em 2009.

Na argumentação que enviou ao conselheiro, no dia 15 de junho, a ACJMR explica que o traçado do Caminho da Geira e dos Arrieiros foi reconhecido a 28 de março de 2019 pela Igreja, sendo desde então atribuída a Compostela a quem cumpre o itinerário.

Este traçado, apresentado à Igreja pela Associação Codeseda Viva e praticamente coincidente com o nosso – Caminho da Geira Minhoto Ribeiro -, contempla e bem a passagem por Berán, que fica a 100 quilómetros de Santiago, a distância mínima para a atribuição da Compostela aos peregrinos a pé”, explica Abdón Fernández.

Em defesa do caminho por Berán, os autores da missiva enviada a Román Rodríguez González apresentam documentação histórica e apontam o facto de “alguns dos autores da proposta da associação de concelhos terem reconhecido há anos a passagem por aquela localidade, mudando agora de opinião”.

O Caminho da Geira e dos Arrieiros, que liga Braga a Santiago de Compostela, na distância de 240 quilómetros, passando por quatro municípios portugueses e 15 galegos, tem também uma componente de termalismo. E este é mais um argumento usado por Berán, que possui termas, tendo sido investidos três milhões de euros num novo balneário, em 2003, mas que continua encerrado.

Quanto à petição publicada na plataforma online Petição Pública, intitulada “Caminho de Santiago desde Braga e por Berán”, já foi subscrita por 185 pessoas (dia 28 de junho), o equivalente a metade dos peregrinos que no ano passado receberam a Compostela por terem cumprido o trajeto.

Entretanto, com o objetivo de dar a conhecer o projeto da AJCMR, está marcado para sábado, 4 de julho, o encontro “Berán no Caminho. Somos Caminho - O Caminho da Geira Minhoto Ribeiro”.

No encontro será apresentado o projeto e o “traçado original”, com a sua passagem por Berán, e feita a descrição e comparação com outras propostas sujeitas a oficialização. O impacto sócio-económico do caminho na população local é outro aspeto em análise.

O Caminho da Geira e dos Arrieiros foi reconhecido pela Igreja no ano passado, quando o delegado de peregrinações do cabido da Catedral de Santiago, o deão Segundo L. Pérez López, assinou um certificado onde refere que o traçado cumpre "as condições de outros caminhos de peregrinação" e por isso "concede a Compostela" a quem o percorrer. Está em curso o processo de homologação pelas entidades civis.

No ano passado foi percorrido por 367 peregrinos em 10 meses. A maioria partiu de Braga (227), seguindo-se Castro Laboreiro (104), Entrimo e Ribadavia (com oito cada).

Os portugueses constituem o maior grupo (80%), havendo ainda registo da passagem de italianos, suíços, franceses, brasileiros, polacos e holandeses.

Além dos peregrinos que receberam a Compostela (e, como tal, entraram nas estatísticas), a associação Codeseda Viva considera que muitos outros o fizeram, apontando uma estimativa global de 850 pessoas.

capmpanadepropinas

Publicidad Institucional  #FakeNews #Furtivos #Incendios #Cámaras #Turismo  #Xacobeo #SomosMoideMonte   #Lacachitos #Patagonia  #Asturias #Medios Impresos

#Jalisia ;  #riasaltas #costadamorte #islascies #ascatedrais #ribeirasacra #vigo #lavozdegalicia #mermeleros #ciudadanos #galiciafeijoo #cloacasperiodismo #turismogalicia #Turgalicia

La contratación pública  "vulnerada diarimante a través de intermediarios o Agencias de Comunciación para adjudicar contratos menores directamente a dedo, sin dar la cara la Secretaría de Medios que dirige la asesora del PPdeG Mar Sánchez Sierra".

Ir a la sección de Publicidad Institucional de la Xunta de Galicia..+

PRESENTADA DENUNCIA ANTE LA FISCALÍA EUROPEA Y ANTICORRUPCIÓN Y CRIMINALIDAD ORGANIZADA CONTRA FEIJÓO, MAR SÁNCHEZ SIERRA, RAFAEL ÁLVARO MILLAN CALENTI Y OTROS POR EL USO ILEGAL DE LAS LINEAS DE COSTE Y MASCARILLAS FALSIFICADAS CON FECHA 3 DE FEBRERO DE 2021, SEGUIREMOS INFORMANDO    Funcionario Público Millán Calenti "ofendidito "..+

Puedes seguir este artículo en; @cayetanaAT @FeijooGalicia @_MartaGonzalez_ #secretariademedios @pp @ppdeg #ppdegalicia @xunta #xunta #retegal #amtega #eleccionesxunta @IdiazAyuso @idiazayuso2019 #retegal #amtega #bng #psdeg #enmarea #ciudadanos #feijoogalicia #galiciafeijoo @TurismoGalicia @Turgalicia @TurismoGalicia1) @turismoriasbaixas @PresumeDGalicia

@ppdegalicia #turismogalicia #costadamorte #xunta #xuntadegalicia #pp #ppdeg #ppdegalicia #riasbaixas #riasaltas #costadamorte #islascies #ascatedrais #ribeirasacra #ribeirasacra #vigo #lavozdegalicia #lacozdegalicia #mermeleros #cloacasperiodismo #TEM_RistoMejide #RistoMejide #TEM #FeijóoConVox #GaliciaSuma #EspañaSuma #EvoMorales #Bolibia #galiciafeijoo #feijoogalicia #turismogalicia #FeijóoConVox.

@AIDADEHAYDEE33 #LeyDeMemoriaHistorica #MemoriaHistórica #MemoriaVerdadJusticia #VerdadJusticiaReparacion #EspañaVaciada
@clorenper @garxetdelilla @Cristin38362377 @JoseGarciazx @Luis_iure @lachochona1 @Adho12598420 @asdena95 @etsh_uah @UAHes #DerechosHumanos #TrataSeresHumanos @rafamarcvxii @TSXGalicia @Ruth_9372 @GuisanteHuertas @MONICA78321384 @FarreroAna @AVTDC3 @newstwtt @magnoliafergon @BigDataJurist #ComparteTuCaso @CasosReales_net #PremiosEconomistJurist #GLOBALEconomistJurist @informativoj @AgM0811 @JFerandezG @generoenaccion

#Fiscalia @fiscal_es #FiscalíaSuperior @juecesAPM @AFiscales @RFAI_AIAMP @IgnaciodeLucas3 @TSXGalicia @MinSeg #FiscalGeneral #FiscalSuperiorCyL @cejmjusticia #FiscalíaGalicia #FiscalGalicia #FiscaliaSantiago