Información
Galicia

Grupo de trabalho deve uniformizar critérios do caminho Braga a Santiago

Información
09 Julio 2019 1254 votos
Inicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivado
 

Caminho da Geira e dos Arrieiros 03A Associação Jacobeia do Caminho da Geira Minhoto Ribeiro (AMR) solicitou “uma reunião urgente” ao Conselho da Cultura e Turismo do governo regional da Galiza com “o objetivo de procurar unificar critérios” sobre o caminho que liga Braga a Santiago de Compostela, na distância de 240 quilómetros.

É desejável estabelecer critérios objetivos em relação à sua denominação, traçado, marcação e conteúdos a divulgar, o que contribuirá para a consolidação do projeto”, refere a AMR, presidida por Abdón Fernández, numa carta enviada ao conselheiro Román Rodríguez Gonzalez.

 

A AMR adianta, em comunicado revelado esta terça-feira, 9, que “discorda de procedimentos de certas coletividades envolvidas no objetivo de oficializar esta via histórica de peregrinação como trajeto oficial a Santiago de Compostela até ao Ano Santo Jacobeu de 2021”.

A associação, com sede em Ribadavia (Espanha), explica que “sempre entendeu este projeto como uma proposta amplamente construtiva e vantajosa para as comarcas que atravessa, para a construção do qual ninguém deve valer-se de verdades absolutas ou investir-se de uma oficialidade que só pode ser concedida pelas instituições publicas competentes”.

A associação considera “necessário constituir um grupo de trabalho para harmonizar propostas, sem qualquer protagonismo em particular e com o único e primordial objetivo de não prejudicar o projeto ou confundir os peregrinos”.

Defendemos o consenso e a harmonização de critérios, sem ignorar as diversas associações, entidades ou grupos interessados neste projeto, para evitar uma série de problemáticas, como a deficiente informação, que podem ser altamente prejudiciais no processo de oficialização desta via em breve e, sobretudo, não prejudique os peregrinos”, adianta a AMR.

Por outro lado, pede que “os possíveis subsídios que sejam concedidos e as ações de marcação em curso se executem com eficiência e rigor, em conformidade com as autorizações das entidades competentes”.
Em novembro de 2018 a AMR já tinha solicitado a intervenção do presidente da Academia Jacobeia, Xesus Palmou, no sentido de promover um encontro entre as associações envolvidas na promoção e estudo do Caminho Jacobeu da Geira.

Na reunião havida na altura, em que participaram Abdón Fernández e o então presidente da Associação Espaço Jacobeus (Portugal), António Devesa, o responsável pela Academia Jacobeia “ofereceu-se para mediar um encontro, mas o seu valioso esforço resultou infrutífero”.

O primeiro traçado do Caminho Jacobeu da Geira [que se mantém no essencial] foi apresentado em Ribadavia (Espanha) a 9 de fevereiro de 2017 e no dia 1 de abril seguinte em Braga, pela AMR, constituída em 2006 com o objetivo de investigar e promover este itinerário.

Ainda não possui albergues, nem está marcado, pelo que deve usar-se GPS, e foi percorrido desde 2017 por mais de 500 pessoas. Este ano 169 já receberam a Compostela, desde que a 28 de março a Igreja reconheceu o traçado como de peregrinação jacobeia. A estes juntam-se poucos outros a quem foi entregue nos últimos dois anos – a primeira a 22 de maio de 2017.

Publicidad Institucional  #FakeNews #Furtivos #Incendios #Cámaras #Turismo  #Xacobeo #SomosMoideMonte   #Lacachitos #Patagonia  #Asturias #Medios Impresos

#Jalisia ;  #riasaltas #costadamorte #islascies #ascatedrais #ribeirasacra #vigo #lavozdegalicia #mermeleros #ciudadanos #galiciafeijoo #cloacasperiodismo #turismogalicia #Turgalicia

El Gobierno de España cedió las competencias de la Ley de publicidad Institucional a Galicia en el año 2009, cuyo gobierno del PPdeG se niega a decretar y legislar para que la asesora del PPdeG pueda despilfarrar y ultrajar los dineros públicos y europeos bajo lo que ellos mismos consideran IMPUNIDAD, violando la Ley de publicidad y de Transparencia.

.Ir a la sección de Publicidad Institucional de la Xunta de Galicia..+

El Presidente de Pladesemapesga solicita la adhesión de los ciudadanos que quieran compartir el escrito de denuncia contra la gestión de la pandemia del Coronavirus por la Xunta de Galicia.  ver más...+ Documentos descagables; 

Descargar este archivo (adhesionaladenuncia-coronavirus-gestionpublica-xunadegalicia.pdf)presentacion adhesiones denuncia-coronavirus.pdf  Descargar este archivo (denuncia-contra-Feijoo-TSXG.pdf)denuncia-contra-Feijoo-TSXG.pdf  Descargar este archivo (escrito de adhesiones a la denuncia..pdf)escrito de adhesiones a la denuncia..pdf  Descargar este archivo (anexo-5-denuncia-feijoo-coronavirus-anexo5.pdf) anexo-5-denuncia-feijoo-coronavirus-anexo5.pdf    DENUNCIA Nº 2 MASCARAS y 3 DONATIVOS Descargar este archivo (denuncia la Fiscalía Anticorrupción y el Crimen Organizado Gestores Coronavirus Xunta de Galicia.pdf)denuncia la Fiscalía Anticorrupción y el Crimen Organizado Gestores Coronavirus Xunta de Galicia.pdf -  último decreto judicial...+  Funcionario Público Millán Calenti "ofendidito "..+

COMUNICADO XORNAL GALICIA; Mar Sánchez Sierra esta utilizando el " modus operandi en Gestión Reputacional..+ " de la Operación Púnica a través  de contratos publicitarios del coronavirus usando intermediarios. ver comunicado completo..haciendo clic aquí.+