Ratio: 0 / 5

Inicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivado
 

O exercício contou com a participação da corveta da Marinha Espanhola Infanta Elena, o navio logístico da Marinha Argelina Kalaat Bem Rached, a fragata da Marinha Italiana Libeccio, a fragata da Marinha Real Marroquina Sultan M. Ismail, bem como a corveta da Marinha Francesa Birot e uma aeronave de patrulha marítima de Malta.


 
No exercício SEABORDER participaram igualmente observadores dos 10 países da Iniciativa 5+5 Defesa, da Argélia, Espanha, França, Itália, Líbia, Malta, Mauritânia, Marrocos, Portugal e Tunísia.
 
Este exercício, que se realiza anualmente na área do mediterrâneo central, é considerado um exercício de cooperação que tem como objectivo principal fomentar a actuação conjunta e eficiente na área da Defesa entre as Marinhas e Forças Aérea pertencentes aos países membros desta iniciativa politica. Os navios e aeronaves executaram operações de segurança marítima, recreando cenário fictícios mas muito próximos da realidade, para resposta a situações de ameaça e ataque terrorista a navios mercantes, perpetrado por isso por via via marítima, bem como para operações de busca e salvamento em massa de pessoas, retratando o fenómeno atual do fluxo migratório irregular de migrantes naquela região do globo.
 
A participação do NRP Viana do Castelo no SEABORDER 17 reflete o compromisso de Portugal para com a Iniciativa 5+5 e com os seus vizinhos do sul da Europa e do Magreb.
 
O NPO Viana do Castelo tem uma guarnição composta por 53 militares e possui diversas valências, nomeadamente uma equipa do Pelotão de Abordagem dos Fuzileiros, uma equipa de mergulhadores e uma equipa médica.

Otros articulos relacionados.....
 Buscador Grupo Pladesemapesga con tecnología de Google

En el motor de búsqueda te ayudamos a encontrar exactamente lo que buscas.

 AyTP Acción y Transparencia Publica..

Xulio Ferreiro y Psoe se niegan a reducir el IBI a los coruñeses-as que se encuentra entre los más altos de España incumpliendo sus propias promesas electorales.

Martes, 10 Octubre 2017
Xulio Ferreiro y Psoe se niegan a reducir el IBI a los coruñeses-as que se encuentra entre los más altos de España incumpliendo sus propias promesas electorales.

La propuesta del Partido Popular para reducir un 10 % el IBI fue rechazada en el pleno de ayer. La clave estaba en el grupo municipal socialista, que en su...